quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Tv On The Radio - Dear Science


TV On The Radio é uma banda de New York, formada em 2001, já está em seu terceiro álbum e hoje é um quinteto de multi instrumentistas composto por Tunde Adebimpe (Vocais), Kyp Malone (Vocais, Guitarra, Baixo e teclados), David Andrew Sitek (Samples, Baixo e teclados), Gerard A Smith (Baixo, teclados e samplers), Rhodes Jaleel Bunton (bateria e guitarra, teclados e baixo sintetizado).

Eles dizem que cresceram ouvindo Joy Division, New Order, Echo & the Bunnymen, the Cure, the Smiths e the Swans e uma das frases que definem a banda é dita por David Sitek: “Muitas bandas têm algo a dizer, nós temos algo a perguntar”.


Como faço com todos os álbuns “aclamados” pela crítica especializada, escutei com muito ceticismo este “Dear Science” e realmente não me apaixonei pelo álbum, mas compreendo a euforia da crítica. É um álbum diferente e gostoso de ouvir.

Fico com as faixas “Love Dog”, “DLZ”, “Crying”, “Golden Age” e “Red Dress”.



segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Marcelo D2 - A Arte do Barulho


Ultimamente tenho me sentido um pouco na obrigação de postar pelo menos um comentário mensal sobre artistas nacionais. Cheguei a conclusão de que não é possível que não haja nada diferente acontecendo no Brasil.

Estou com o álbum do Marcelo D2 em mãos, “A Arte do Barulho”. Bem produzido, bem sonorizado, letras ótimas e uma batida brasileiro-moderna que traz instrumentos como cuíca, tamborim, guitarras e trumpetes com samplers e parcerias muito bem escolhidas, tudo isso misturado de um jeito de dar inveja a bandas gigantes internacionais.

O álbum começa agressivo com a participação do Seu Jorge no “Rap” “A Arte do Barulho”, continua lá em cima com “Desabafo” que tem seu refrão com a voz de Cláudia, cantora carioca que foi sombra de Elis Regina na década de 70, sampleada magistralmente na música. (mais informações e a versão original da música, vejam o link postado pelo blog “Musica da minha gente” em http://musicadaminhagente.blogspot.com/2008/10/claudia-deixa-eu-dizer-1973.html).

Seu Jorge aparece novamente na ótima “Pode Acreditar” e logo após a diferente e original “Oquêcêqué” mostra o rol de possibilidades que o álbum oferece. A cantora (e atriz) Thalma de Freitas empresta sua voz com sensualidade na também muito boa “Ela disse”. E em seguida a criativa e boa de ouvir “Kush” conta com a participação do rapper americano Medaphor.

Marcos Valle aparece em “Afropunk no Valle do Rap” que só peca pelo tempo: menos de 2 minutos, só dando “repeat”! Roberta Sá chega delicada em “Minha Missão” que apesar de quadradinha é também boa de ouvir.

Já é o terceiro álbum seguido que Marcelo D2 acerta com boa produção, boas músicas, boas letras e ótimas parcerias. Ainda existe a insistência no tema já cansado da maconha, mas que claramente vai perdendo espaço para um lado mais romântico do Marcelo D2.

Pra completar a capa do álbum foi eleita uma das 10 melhores capas de discos brasileiros pela revista Época

A “Arte do Barulho” é um acerto de Marcelo D2.



Jenny & the Scallywags - Shaking Heart

   Volta e meia aparece na minha frente um álbum realmente novo de um artista que nunca ouvi falar. De primeira, muitas vezes, não dou m...