sábado, 9 de maio de 2009

U2 - No Line On The Horizon

Pode se falar o que quiser mas está é a maior banda do mundo e, em cada novo álbum esse título se confirma. Mesmo que “No Line On The Horizon” esteja longe de figurar entre os melhores álbuns da banda é um álbum que se escuta do início ao fim e que tem a cara do U2.


A primeira música e que dá nome ao álbum não é das melhores, mas logo a seguir entra a ótima “Magnificent” que é a cara do U2, com The Edge e suas guitarras de inconfundíveis “delays” e “reverbs”, o baixo grave e constante de Adam Clayton e a bateria recheada de contratempos e pratos de Larry Mullen e, claro, Bono cantando com todo sofrimento que pode!


“Moment Of Surrender” traz novamente o U2 para o passado e lembra muito o U2 do “Joshua Tree” ou do “Hattle and Hum” e em seguida a boa e diferente “Unknown Caller” dá um tom mais moderno novamente ao álbum e a ótima sequência traz ainda "I'll Go Crazy If I Don't Go Crazy Tonight", uma das melhores do álbum.


A seguinte “Get On Your Boots” foi lançada antes do álbum, como single, e destoa completamente do restante do álbum, tem sonoridade infantil e soa como enlatada, descartável, mas ... pode surpreender muito ao vivo. Isso é U2! A seguinte “Stand Up Comedy“ tem um estilo parecido mas é bem melhor.


A modernidade chega de vez em “Fez – Being Born”. Com seu início sampleado de “Get On Your Boots” e um ritmo difícil de acompanhar é o que o U2 mostra de mais novo e diferente no álbum. Cabem a “White As Snow” e “Cedar of Lebanon” encerrar o Cd com beleza e calma, ainda que as letras sejam carregadas de referências políticas.


Para o fãs o álbum será excelente, para os nâo fãs esse é um bom álbum, boa música garantida!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jenny & the Scallywags - Shaking Heart

   Volta e meia aparece na minha frente um álbum realmente novo de um artista que nunca ouvi falar. De primeira, muitas vezes, não dou m...