sábado, 17 de maio de 2008

R.E.M. - Accelerate

Confesso que nunca fui muito fã do som do R.E.M., gostava de uma coisa ou outra que ouvia por aí mas nunca me interessei por um álbum completo deles e acho até que por isso mesmo estou muito confortável em escrever aqui sobre este Accelerate.

O 15º. Álbum da banda tem cheiro de naftalina e soa musicalmente infantil. Falta ousadia e sobra mesmice. Os arranjos são previsíveis e refrões e ritmos batidos e até a equalização da voz é ultrapassada. Se fosse o primeiro álbum de alguma banda nova eu diria que ainda falta um pouco para ficarem bons, mas como não é, eu atribuo a fraqueza do álbum à pura displicência da banda. Eles sabem que qualquer coisa que fizerem vai vender.

Salvam-se as três primeiras músicas que nada mais são do que “regravações” do mesmo R.E.M. que estamos acostumados. “Living Well Is The Best Revenge” é potente mas previsível, “Men-Sized Wreath”, boa mas totalmente “noventista” e “Supernatural Superserious”, a melhor do álbum, é totalmente R.E.M., ela inclusive poderia norteá-los liberando-os para novas tentativas musicais já que com ela a identidade da banda estaria aí assegurada.

As oito músicas seguintes não têm capacidade de surpreender ninguém, e o álbum termina sem entendermos qual era a proposta. O engraçado é que logo após a última música deles no meu Itunes, entra “15 Step” do Radiohead que soa, sem querer, como um tiro de misericórdia nesse novo velho R.E.M. , formado em 1980 na Geórgia, e que tem seu nome em referência ao estágio de sono REM.

Apesar de eu adotar esta posição difícil, já que praticamente todos que gostam de música alternativa têm o R.E.M como referência, insisto que para mim o R.E.M vai permanecer no limbo da audição. Sou capaz de citar pelo menos 20 bandas no mesmo estilo e muito mais criativas do que eles e essa é a mesma sensação que eu tinha quando os escutava nas décadas de 80 e 90.

Infelizmente, Accelerate nem no Ipod vai ficar... preciso de espaço e existem com certeza 30 gb de músicas mais interessantes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jenny & the Scallywags - Shaking Heart

   Volta e meia aparece na minha frente um álbum realmente novo de um artista que nunca ouvi falar. De primeira, muitas vezes, não dou m...