quinta-feira, 1 de maio de 2008

The B-52´s – Funplex

Bandas antigas que foram desfeitas e resolvem voltar para dar shows já são um perigo, quando resolvem lançar álbuns novos o perigo aumenta muito e desconfio totalmente de que o resultado será um lixo. Talvez por isso eu esteja tão satisfeito e impressionado com este álbum novo do B-52´s. Minha expectativa era baixíssima.

Resolvi escutar este Funplex só porque estava há um certo tempo ouvindo bandas novas que não me agradavam em nada e não valiam nem um post, assim “apelei” para uma banda “conhecida”.

Minha surpresa começou já na primeira faixa “Pump” com sonoridade moderna e lembrando CSS em seu melhores momentos, mas sem perder a identidade B-52´s, ou seja, eram eles como sempre, mas soando totalmente 2008! “Hot Corner” está com o vocal inconfundível de Fred Schneider a toda e Kate e Cindy desfilando a vontade. “Ultaraviolet” mantém o ritmo do álbum lá em cima com a bateria pegada e uma guitarra simples deixando o ar futurista por conta do teclado e eles mantém o estilo na seqüência na ótima “Juliet Of Spirits”.

Em “Funplex” o ritmo alucinante cai um pouco e enfim podemos descansar em “Eyes Wide Open” onde eles se aprofundam ainda mais na música eletrônica, o que continua em “Love In The Year Of 3000”.


Depois disso tudo eu já havia sido conquistado pelo álbum e as 4 faixas seguintes prosseguem com mesmo nível de som, misturando um New Wave oitentista com música eletrônica atual.


O B-52’s foi criado em 1976, em Athens, no estado da Georgia, EUA. Os amigos Kate Pierson, Cindy Wilson, Fred Shneider, Ricky Wilson e Keith Strickland decidiram formar um grupo, escolhendo o nome por causa de uma gíria do sul dos Estados Unidos para um determinado corte de cabelo exagerado que Kate e Cindy usavam.


O sucesso de público e da crítica logo colocou o B-52’s à frente do movimento “New Wave” do início da década de 80, caracterizando a banda como uma das mais alegres da história. Esse descompromisso com a seriedade gerou algum preconceito nos anos seguintes sempre contornado com mais bom humor e alegria por parte da banda.


O B-52´s teve seu primeiro álbum lançado em 1979 e os 6 seguintes foram lançados entre 1980 e 1998.


Esse "Funplex" de 2008 nos deixa ao final uma sensação esquisita e ficamos realmente sem saber quem influencia quem na música. É inegável a influência do New Wave nas bandas atuais, mas com uma parada de 15 anos também fica inegável a influência das bandas atuais no som do B-52´s.


Para quem não viveu a adolescência na década de 80 "Funplex"é uma ótima oportunidade para se aproximar do que foi o B-52´s naquela época, mas sugiro que escute os três primeiros álbuns “The B-52’s”, “Wild Planet” e “Whammy!” e, sinceramente, acredite que era ótimo!
Esse novo álbum também é ótimo mas para mim serviu para re-escutar a banda que estava guardada na minha memória sem ter que ficar lamentando como eles eram bons. Eles ainda são bons !



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jenny & the Scallywags - Shaking Heart

   Volta e meia aparece na minha frente um álbum realmente novo de um artista que nunca ouvi falar. De primeira, muitas vezes, não dou m...